Ascendum Portugal

A Volvo CE constata que a sua quota de mercado bem como os respectivos proveitos de exploração melhoram no último trimestre de 2015

Os ganhos em quota de mercado e os proveitos de exploração associados aos importantes segmentos de máquinas de maior porte, foram insuficientes para compensarem a contracção total do mercado nos resultados do último trimestre de 2015 da Volvo Construction Equipment, que viu um recuo de 11% nas vendas no período. As vendas da empresa apresentaram uma queda de 3% durante o exercício de 2015.

No quatro trimestre de 2015, a Volvo Construction Equipment (Volvo CE) reportou uma diminuição das vendas líquidas de 11% para 10 967 milhões de coroas suecas face aos 12 277 milhões de coroas suecas registados no período homólogo do ano anterior. Estes números deveram-se a contracções ainda maiores nos mercados da China e Brasil, acompanhados por resistências mais significativas em muitos mercados fora da América do Norte, os quais também mostraram alguns sinais de abrandamento. Para a totalidade do ano de 2015, a Volvo CE viu as vendas recuarem em 3% para 51 008 milhões de coroas suecas, enquanto as receitas de exploração quase duplicaram para 2 090 milhões de coroas suecas, face a um valor de 1 231 milhões de coroas em 2014.

A transformação prossegue
As receitas de exploração durante o período final do ano, excluindo encargos de reestruturação, resultaram numa perda de 191 milhões de coroas suecas, uma melhoria considerável face à perda de 815 milhões de coroas suecas no período homólogo do ano transato. A margem de exploração também mostrou sinais de progresso, de um valor negativo de 1,7% para o período, face a um valor negativo de 6,6% no 4º trimestre de 2014. A margem de exploração foi positiva para a totalidade do ano, com um valor de 4,1% comparado com 2,3% para o período homólogo do ano anterior. Estes desenvolvimentos, moderadamente encorajadores, foram conseguidos apesar da contracção do volume de vendas, menor utilização da capacidade instalada e de uma concessão de crédito na China no valor de 158 milhões de coroas suecas.

"Face a um mercado global que se manteve estagnado ou que contraiu durante 2015, a Volvo CE continuou a executar as medidas internas que aumentam a rendibilidade e a eficiência dos recursos," comentou Martin Weissburg, presidente da Volvo Construction Equipment. "Apesar de vendas mais baixas, os nossos resultados de exploração melhoraram – e foram muito melhores do que no período homólogo de 2014. Ganhámos quota de mercado nos segmentos mais rentáveis das máquinas de grande porte, finalizámos o fecho de produção e vendas de retroescavadoras, pavimentadoras e britadoras e reforçámos uma nova estrutura corporativa de gestão que nos permitiu a tomada de decisões mais informadas e de maior clareza. Isto mostra que as actividades das equipas da Volvo, SDLG e Terex Trucks em impulsionarem globalmente a nossa transformação como Volvo CE,estão a dar resultado."

Tabela 1. Vendas líquidas da Volvo Construction Equipment, por área de mercado, em milhões de coroas suecas
financials-ptFim.

Para mais informações, queira visitar: www.volvoce.com/press
Ou entrar em contacto com:
Thorsten Poszwa
Diretor, Comunicações Externas
Volvo Construction Equipment
Tel: int. +32 490 65 96 68
Email: thorsten.poszwa@volvo.com
Twitter: http://twitter.com/VolvoCEGlobal

Brian O’Sullivan
SE10
Londres
Tel: int. +44 77 333 50307
Email: osullivan@se10.com