Ascendum Portugal

Inovação e sustentabilidade no centro dos investimentos do futuro da Volvo CE em Eskilstuna

A Volvo Construction Equipment (Volvo CE) anunciou 16 MSEK de investimento nas suas instalações de Eskilstuna, na Suécia, incluindo uma área de demonstração de máquinas elétricas e autónomas para os clientes, uma nova pista de testes para a I&D e um sistema de recuperação de energia para a fábrica.

Como parte da sua estratégia a longo prazo para se manter competitiva, satisfazer as necessidades dos clientes e gerir as metas de sustentabilidades, a Volvo CE está a fazer vários investimentos importantes nas suas instalações de Eskilstuna, Suécia. O primeiro deles é um espaço adicional para os seus veículos protótipo.

A Volvo CE vai adicionar mais 12 hectares aos seus atuais 45 hectares de área de demonstração no Centro do Cliente, especificamente para testar as suas máquinas elétricas e autónomas, mas também para demonstrar as atuais ofertas de máquinas. O investimento de 8 MSEK neste espaço de inovação vai permitir à Volvo CE mostrar as suas máquinas protótipo aos clientes num ambiente realista e desafiante com toda a segurança, apoiada pela tecnologia 5G e com infraestruturas de carregamento instaladas no local. A primeira fase da construção dos quase 2 km de estrada de gravilha, que percorre tanto terreno aberto como fechado em floresta, será iniciada em breve.

PressRelease2019_July12_Innovation_and_sustainability_key_when_VolvoCE_invests_for_the_future_in_Eskilstuna_02b

À medida que a Volvo CE faz a transição para alternativas sem combustíveis fósseis, a atual frota de máquinas com motores a combustão no Centro do Cliente de Eskilstuna será acionada a OVH (óleos vegetais tratados com hidrogénio). Constituindo uma alternativa ao diesel, os OVH são compostos por gorduras vegetais e animais (geralmente óleo de colza ou resíduos de matadouros) e reduzem as emissões de CO2 em até 90% dependendo da matéria-prima. Não são necessárias modificações específicas nos motores.

“A nossa nova arena de inovação é uma declaração importante para os clientes e a indústria sobre o nosso compromisso em construir o futuro. Ao mesmo tempo, mostramos com a nossa mudança para os OVH que estamos também a dar pequenos passos para impulsionar a sustentabilidade, não apenas no futuro mas também aqui e agora,” diz Carl Slotte, Presidente das Vendas Volvo CE Região EMEA, com sede em Eskilstuna.

Desenvolver as máquinas do futuro

No Centro de Tecnologia, a Volvo CE está igualmente a investir numa pista de testes para a eletromobilidade e a automação para fins de I&D. A pista de 3 MSEK recebe atualmente os porta-cargas HX2 elétricos e autónomos que no outono de 2018 foram testados no galardoado projeto Estaleiro Elétrico numa pedreira nos arredores de Gotemburgo, Suécia. Os modelos HX2 estão agora a ser otimizados para estarem prontos para o primeiro projeto-piloto comercial, que deverá ter início antes de finais de 2019.

PressRelease2019_July12_Innovation_and_sustainability_key_when_VolvoCE_invests_for_the_future_in_Eskilstuna_03

Em março deste ano, a empresa de telecomunicações Ericsson instalou uma antena de 5G no Centro de Tecnologia para que a Volvo CE pudesse testar as máquinas controladas à distância com tempos de resposta extremamente curtos. Lançada em parceria com o operador Telia, esta foi a primeira rede 5G na Suécia para uso industrial.

Outros desenvolvimentos recentes no Centro de Tecnologia incluíram a abertura de quatro novos dispositivos de teste em inícios de 2017, três dos quais foram dedicados às fases iniciais do desenvolvimento de software para máquinas elétricas.

"Se queremos continuar a liderar a nossa indústria no mercado, precisamos de instalações de I&D líderes na indústria para melhorar e desenvolver tecnologias atuais e futuras. A nossa nova pista de testes, a colaboração com a Ericsson para a 5G e os bancos de ensaio para a eletromobilidade serão uma enorme vantagem competitiva para nós," afirma Gustav Edholm, Vice-Presidente de Engenharia Avançada e Tecnologias Centrais na Volvo CE.

PressRelease2019_July12_Innovation_and_sustainability_key_when_VolvoCE_invests_for_the_future_in_Eskilstuna_04

Reduzir o consumo de energia

Entretanto, na fábrica de eixos e transmissões, o foco da Volvo CE é na redução do consumo de energia para apoiar as metas de sustentabilidade gerais da empresa. As duas maiores fontes do consumo de energia na fábrica são o “centro de endurecimento”, onde as peças das máquinas são aquecidas a alta temperatura e depois arrefecidas para garantir uma superfície resistente e uma vida útil longa, e a “zona de pintura”, onde os componentes são aquecidos para a tinta secar.

A empresa investiu 5 MSEK num sistema de recuperação de energia que vai preservar cerca de 60% do calor gerado no centro de endurecimento e transferi-lo para a zona de pintura. Prevê-se que o sistema reduza o consumo geral de energia na fábrica em 4%.

Os trabalhos começaram em meados de abril com a instalação do sistema de recuperação de energia e estarão concluídos até inícios de setembro. A Volvo CE vai também continuar a investigar novos processos para o processo de pintura para reduzir ainda mais o consumo de energia.

“Reunimos uma equipa motivada responsável por gerir o consumo de energia na fábrica,” diz Anders Bergstrand, Diretor-Geral da fábrica de Eskilstuna. “Este último investimento é apenas uma parte do nosso percurso para a sustentabilidade.”

Ambicionar a neutralidade de carbono

“Estes exemplos excelentes das instalações de Eskilstuna fazem parte do nosso roteiro para tornarmos o local neutro em termos de carbono e sem resíduos,” refere Anne Bast, Vice-Presidente das Comunicações Corporativas e responsável por orientar a estratégia de sustentabilidade na EMEA (Europa, Médio Oriente e África). “Mas podemos fazer mais. Está nas nossas mãos continuar a superar os limites de soluções inovadoras e sustentáveis para um futuro melhor. Isto faz muito sentido em termos de negócio para nós e para os nossos clientes, porque estas soluções melhoram a eficiência e a disponibilidade operacional, ao mesmo tempo que reduzem os custos — mas é também a missão mais importante que temos para o futuro do nosso planeta.”

Imagem 1: Vista aérea da fábrica de eixos e transmissões da Volvo CE em Eskilstuna.
Imagem 2: Vista aérea da área de demonstração atual no Centro do Cliente em Eskilstuna.
Imagem 3: HX2 na nova pista de testes de I&D em Eskilstuna.
Imagem 4: Zona de endurecimento na fábrica de eixos e transmissões.