CONSTRUCTION EQUIPMENT África

5 erros comuns que aumentam a imobilização da máquina

Manter as máquinas sempre a trabalhar — e com rendimento — é de importância crucial para a Volvo CE e os seus concessionários. Seguem-se cinco dos problemas mais comuns e desnecessários relacionados com a manutenção e como os evitar.

5 mistakes that increase machine downtime

1. Não ler o manual do operador

As máquinas Volvo incluem várias funcionalidades concebidas para melhorar o desempenho e a facilidade de utilização. Em cada nova geração, estas são atualizadas, e mesmo o operador mais experiente não estará familiarizado com todas elas sem ler o manual. Se um operador não tiver conhecimento sobre o botão do retardador num dumper articulado, por exemplo, e em vez disso utilizar os travões para manter uma velocidade constante quando se desloca numa descida, isto pode resultar em desgaste desnecessário dos travões e em imobilizações e custos com substituições que podiam ser evitados.

Não ler o manual do operador

2. Pré-encher os filtros de combustível

Como substituir um filtro de combustível é um processo moroso, alguns técnicos de manutenção enchem previamente o filtro como forma de contornar o processo. O problema é que é virtualmente impossível evitar a contaminação do novo filtro utilizando uma lata de combustível e um funil. Mesmo a quantidade mais pequena de substância contaminadora pode começar a prejudicar os injetores e resultar em reparações muito dispendiosas. A Volvo CE recomenda a instalação de filtros secos e a sua preparação prévia para controlar a contaminação — vale a pena despender tempo a fazer o trabalho corretamente.

Pré-encher os filtros de combustível

3. Utilizar o implemento errado para o trabalho

A Volvo CE oferece uma vasta gama de implementos, mas utilizar um balde que é muito grande desacelera a máquina, torna a hidráulica mais dura e causa graves problemas na produção. Da mesma forma, utilizar um implemento para concluir uma tarefa para a qual não foi concebido, causará problemas. Um martelo hidráulico, por exemplo, apenas é concebido para ser utilizado na vertical ou com um determinado ângulo. Utilizá-lo para escavar ou apanhar e virar grandes blocos de betão ou de rocha, coloca uma carga lateral excessiva na ferramenta que resulta em desgaste excessivo das buchas, em fraturas e em fugas.

Utilizar o implemento errado para o trabalho

4. Trabalhar muito rápido

Manobrar devagar e com cuidado o equipamento de construção, é sempre a melhor forma. Fazer arranques, paragens e viragens rápidos fará com que o material saia do balde e caia no solo. Da mesma forma, conduzir uma pá carregadora de rodas sobre um monte de material e deixar as rodas patinar causa sulcos que abanam a máquina. Estes sulcos têm de ser novamente enchidos e o material derramado tem de ser limpo.

Trabalhar muito rápido

5. Não ligar as máquinas através do CareTrack

Quando uma máquina está ligada através do sistema de telemática CareTrack da Volvo CE, os proprietários e os concessionários podem monitorizar de forma proativa o seu estado, diagnosticar problemas e tomar medidas preventivas. Os relatórios podem revelar um comportamento operacional não usual, que pode ser corrigido através de formação para o operador. Podem também mostrar quando os componentes precisam, provavelmente, de assistência ou de reparações, ajudando os proprietários a programar a manutenção para uma altura conveniente e evitar paragens não planeadas.

Não ligar as máquinas através do CareTrack

For further information

Anne Bast

VP Corporate Communication
Volvo Construction Equipment
Sales Region EMEA (Europe - Middle East - Africa)
Tel: + 46 16 5415906
anne.bast@volvo.com